O que os famosos têm a nos ensinar sobre Marca Pessoal #Cases

Posted on Posted in Empreendorismo, Marketing Digital, Negócios
Texto de Daniela Viek – Estrategista de Marcas Pessoais

 

Embora a realidade de uma celebridade pareça estar muito distante da sua, saiba que todos cometemos deslizes e estamos sujeitos ao julgamento decorrente deles. Saiba o que é preciso para construir um caminho autentico sem querer parecer ser o que você não é.
Em tempos de internet, redes sociais e superexposição é preciso ser estratégico quando o tema é marca pessoal. Hoje a web se transformou em uma excelente ferramenta para quem quer construir uma boa marca pessoal e conquistar oportunidades através dela. Porém é preciso estar atento: pequenos deslizes podem colocar tudo abaixo na fração de um clique.
No mundo dos famosos, exemplos é o que não faltam. Embora a realidade de uma celebridade possa parecer muito distante da sua, é importante analisar de que forma a imagem pode afetar positiva ou negativamente a celebração de contratos de patrocínio e parcerias.
É importante avaliar que a autenticidade pesa muito mais do que ser politicamente correto, por isso, a construção de uma boa marca pessoal passa pela conexão com o seu propósito traduzido em ações e também na sua imagem. Ter uma boa imagem pessoal esta conectado a fazer o que você sabe fazer e ser quem você é sob o aspecto positivo e não fazer apenas o que todos esperam de você.
Os exemplos de Guga e Tiger Woods
Mesmo depois de abandonar as quadras, o tenista Gustavo Kuerten não caiu no esquecimento. Conhecido por sua simpatia, simplicidade, determinação e até mesmo pela sua brasilidade, o tenista ainda é personalidade constante em diversos anúncios publicitários. Muitos produtos querem estar associados à imagem de Guga e não sem razão. Além de se destacar como atleta, Guga se tornou uma referência pelo seu estilo, pelo seu jeito de ser e pela influência que gera.
Diversos especialistas do marketing avaliam Guga como um exemplo no que se refere à construção de uma marca pessoal, em especial, pelo fator coerência.  Por sempre manter atitudes alinhadas com sua marca, o tenista acabou criando o que se chama de qualidade percebida, ou seja, atributos que são diretamente ligados a sua imagem e podem influenciar positivamente produtos e serviços que estejam aliados a ela.
Hoje, mesmo sem participar mais de torneios, o tenista conta com grandes marcas associadas a sua marca pessoal, como a Grandene, além de contar com um site próprio onde vende roupas e produtos esportivos. Guga também possui oInstituto Gustavo Kuerten onde trabalha a inclusão de deficientes físicos através do tênis.
 Por outro lado, a estrela do golfe Tiger Woods perdeu diversos contratos em 2011 após ter se envolvidos com diversos escândalos sexuais. Woods, assim como Guga, começou a carreira jovem e ganhou a fama de forma exponencial. Aos 29 anos ele já contava com o título de um dos maiores nomes do golfe no mundo. Além do esporte, Tiger Woods também era reconhecido por sua garra e ousadia. Porém, os envolvimentos extra conjugais custaram ao esportista a perda de patrocínios milionários com marcas como a Nike e Tag Heuer.

Autenticidade, coerência e construção de uma marca pessoal

Tiger, assim como Guga, conquistaram o público e chamaram a atenção de patrocinadores por sua autenticidade. Cada um a sua forma foi capaz de atrair marcas milionárias não apenas pelo destaque no esporte, mas principalmente pela imagem que fizeram com suas respectivas personalidades. Porém, o que esses exemplos nos mostram é que mais do que autenticidade é preciso ser coerente e não colocar tudo a perder com deslizes. Quando se tem a confiança do publico vinculada a sua imagem, qualquer conduta que possa colocar isso a perder pode custar e muito.
Por isso, é preciso saber valorizar o que você tem de melhor e não apenas parecer ser aquilo que esperam de você.
E você, você sabe lidar com sua marca pessoal? O que as celebridades puderam lhe ensinar sobre ela? Comente Abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


7 + 2 =