Novas tendência do Marketing Digital de Contéudo- Invista em estratégias eficientes.

Conforme as novas ferramentas e as novas tecnologias da comunicação e da informam se aperfeiçoam,  o Marketing Digital vem sendo mais que necessário para otimizar os negócios de qualquer empresa. Essa modalidade é influenciada por diversas tendências de inovação que vão surgindo. Praticamente todos os dias, vemos novas tecnologias e conceitos surgirem e acrescentarem novas ideias ao mercado.

Em termo mais específicos, nos últimos anos, por exemplo, na contramão do enorme volume de informação que está sendo gerado no mundo, surge um contramovimento que busca a simplificação e a volta ao essencial que promova um avanço mais orgânico.

A grande tendência neste ano: conteúdos mais diretos, menor volume —  com muito mais relevância —, melhor gestão da informação, comandos por voz e a tecnologia como forma de assistência na organização dessas informações, principalmente, para facilitar os processos que podem ser automatizados são algumas das tendências que vêm aparecendo.

Preocupe-se com qualidade e não a quantidade.

As empresas vêm reconhecendo a importância de fazer Marketing de Conteúdo e é provável que teremos cada vez mais empresas investindo nessa estratégia.

Dessa forma surge algumas indagações: afinal,  como posso me diferenciar? Para Dutch,  especialista em conteúdo de Marketing Digital, uma das maneiras é criar conteúdo em menor quantidade, porém mais eficiente. A otimização de conteúdos já existentes também ganhará força. Isso evita o retrabalho e ajuda você a estar sempre alinhado com as atualizações dos algoritmos dos mecanismos de busca.

Conteúdo automatizado

Normalmente nós estamos bastante acostumados a trabalhar com automações. Nosso software de Marketing Digital e vendas, o RD Station Marketing, está no mercado desde 2012 oferecendo soluções de automação de marketing, entre outras funcionalidades.

Mas e se pudéssemos ir além e automatizar não só as entregas, mas também a produção? É aqui que entra essa forte tendência que é a automatização de conteúdo aliada à inteligência artificial. Alguns testes já foram feitos. O famoso jornal  francês Le Monde,  usou automação nas eleições departamentais de 2015. Os franceses utilizaram um software que produziu 150 mil textos curtos durante 4 horas (625 notícias por minuto).

Outro exemplo muito bom é da agência Associated Press. Antes da automação, os jornalistas econômicos publicavam notícias sobre resultados trimestrais de companhias americanas cerca de 15 a 20 minutos após a divulgação dos relatórios, e cada texto continha, em média, 130 palavras. Com a automação, os textos começaram a ser publicados 1 minuto após a divulgação do resultado e com 500 palavras.

Inteligência artificial – Chatbot

Esse tópico pode ainda ser utopia para algumas pessoas que não conhecem essa nova tendência em grandes site. Quando pensar no o que é um chatbot, lembre-se da Siri, da Apple. Ela consegue fazer várias coisas, como ligar para alguém da sua agenda, programar um alarme, contar uma piada, fazer pesquisas na internet… Mas você não consegue ensinar algo para ela, certo?

Em termos mais claros, isto é, em linhas gerais, o  chatbot é um programa de computador que faz o que é programado, simulando uma conversa humana, e nada mais além disso. Dessa forma, conseguimos automatizar tarefas repetitivas e burocráticas, o que nos deixa livres para resolver problemas mais complexos.

O que muitas empresas estão fazendo é escolher alguns processos (como venda, consulta de pagamentos ou dúvidas frequentes) para colocar em um fluxograma, estruturar na forma de diálogo e cadastrar dentro de uma ferramenta apropriada.

Nos últimos anos o vídeo foi um formato que apareceu com frequência nas listas de apostas das tendências dominantes. Será que é correto dizer, então, que o vídeo continua sendo uma novidade?

Para Camilo Coutinho, o vídeo não é mais uma tendência, mas uma estratégia consolidada, e quem ainda não fez já está atrasado. Ele faz uma comparação a evolução do formato de vídeo no Marketing Digital com o desenvolvimento dos telefones celulares. Para ele, quando falamos do Brasil, em relação ao vídeo, nós estamos na época do Nokia tijolão. O Brasil não está na mesma sintonia que Europa.

Transmissão ao vivo

O nosso último tópico desta matéria, não do conteúdo em si, porque esse assunto estende bastante, trata-se de transmissões em vídeo.  Muitas empresas estão adotando essa estratégia para ter uma relação de mais confiança. Muitos donos de empresas estão fazendo lives, grupos de debate, chamando a atenção das pessoas para poder fidelizá-las ainda mais. Portanto, se você quer potencializar seus negócios, invista em transmissões ao vivo.

Gostaria de conhecer mais sobre os serviços de Marketing Digital de Conteúdo? Conheça nossos serviços clicando aqui.

Aguardamos o seu contato!